Novos cursos disponíveis
Receba a lista atualizada no Whatsapp

Cursos Gratuitos Senai

O Senai oferece cursos de qualificação gratuitos para a população

O Senai oferece cursos de qualificação gratuitos para a população. O Senai abriu a probabilidade de fazer cursos de qualificação profissional gratuitos para indivíduos que desejam entrar ou reentrar no mercado corporativo.

Senai

O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) é uma organização privada brasileira de interesse público, sem fins lucrativos, com personalidade jurídica de direito privado, estando fora da administração pública.

Foi designado pelas Nações Unidas (ONU) em 2014 como uma das instituições educacionais primordiais no hemisfério sul. Ela faz parte do chamado Terceiro Setor.

Seu objetivo principal é auxiliar 281 zonas industriais através da formação de recursos humanos e da prestação de serviços técnicos e tecnológicos.

Os programas de formação profissional são realizados por meio de aprendizagem, treinamento, qualificação, aperfeiçoamento, educação técnica, pré-universitária e de pós-graduação. Também fornece serviços tecnológicos – consultoria, pesquisa aplicada, design, serviços laboratoriais, tecnologia da informação.

Muitos cursos são ministrados presencialmente ou por ensino à distância.

O Senai oferece cursos gratuitos de qualificação para a população.

As inscrições são para vários cursos, e podem ser feitas de 6 de dezembro de 2021 a 4 de março de 2022 – desde que haja vagas. As aulas começam no primeiro trimestre de 2022.

Das 6.930 vagas para cursos gratuitos, 6.880 oportunidades serão para qualificação profissional e outras 50 para o curso técnico eletrotécnico, nas escolas da Gama, Sobradinho e Taguatinga, além da unidade do Senai Brasília, na área de Indústrias Gráficas (SIG).

Cursos Gratuitos Para início Imediato

As vagas são oferecidas pelo Programa de Gratuidade do Regimento do Senai e, das 6.390 vagas, os treinamentos são para as áreas de alimentação, automotiva, criação civil, eletro-eletrônica, energia, administração, gráfica e editorial, logística, madeira e móveis, meio ambiente, metal-mecânica, refrigeração e manufatura.

As oportunidades são nos turnos da manhã, tarde e noite, à distância, combinadas e frente a frente.

Os cursos

Os cursos de qualificação são de curta duração, entre 160 e 500 horas, com a intenção de que o estudante entre no mercado comercial.

Os cursos técnicos, entretanto, são mais longos: cerca de 1.200 horas (um a um ano e meio), para transmitir conhecimentos teóricos, técnicos e operacionais em diversas ocupações da indústria.

Após a conclusão, os cursos oferecem um certificado e um diploma, respectivamente.

Inscrição

Para se inscrever nas oportunidades que o Senai disponibiliza à população do DF, o interessado deve entrar no site do curso do Senai, escolher o curso desejado, preencher o formulário e anexar uma cópia de sua carteira de identidade (frente e verso).

Em seguida, o candidato receberá um e-mail confirmando a inscrição. O candidato deve ter 16 anos de idade ou mais e ter concluído ou estar no segundo nível do ensino médio. As vagas serão preenchidas por ordem de chegada.

É viável que os candidatos se matriculem em 2 cursos simultaneamente. Entretanto, eles devem ser de turmas diferentes e de turnos diferentes.

A distinção é para os alunos do programa DF Inova Tech, que devem completar seu treinamento antes de se matricular em outro curso do Senai.

O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) foi desenvolvido pelo Decreto-lei 4.048 de 22 de janeiro de 1942. Inicialmente, o acervo do SENAI correspondia a 2 mil réis por mês por funcionário das organizações filiadas à Confederação Nacional da Indústria (CNI).

Este sistema foi modificado em 5 de fevereiro de 1944, quando a arrecadação passou a representar 1% do custo total da folha de pagamento das indústrias (Decreto-Lei nº 6.246).

Entretanto, a Formação Profissional no Brasil tem seu primeiro precedente em 1874, quando o governador da província de Pernambuco, Henrique Pereira de Lucena, forçou as fábricas nacionais a se encarregarem da preparação de seu pessoal, levando as organizações a fundar o SENAI.

Em 4 de julho de 1934, o antigo Centro Ferroviário de Ensino e Seleção Profissional (CFESP) foi fundado por Armando de Salles Oliveira, então Controlador Federal no Estado de São Paulo, e pelo engenheiro Roberto Mange, instrutor da Escola Politécnica de São Paulo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.